A palavra mapa deriva do latín “mappa”, que significa bocado de tecido ou pano. 

Cartografía textil  para contar histórias, exprimir ideias; chamar a atenção; falar sobre a TERRA,  Mapas reinventados com tecidos e fios. Os criadores de mapas têxteis  observam os lugares,  indagam sobre a sua história, buscam indícios, significados, alternativas. E representam as histórias usando tecidos, fios, cordas, lãs, etc. com técnicas tradicionais ou não de costura e ou tecelagem. 

Neste projeto de investigação  pretende-se  estudar o impacto do fazer artístico com materiais e técnicas têxteis tais como o bordado e a tecelagem  na qualidade de vida das pessoas. O projeto tem a duração de, pelo menos, 36 meses, com início em  janeiro de 2021  e é coordenado pelo Grupo de Investigação da Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual. A metodologia aplicada é uma metodologia de investigação qualitativa,  de raiz etnográfica e participativa  a partir de histórias contadas através da arte e do design têxtil. Partiremos de uma revisão do estado da arte  focada em  atos colaborativos de criação artística; conhecimento ancestral como oportunidade para o design; Arte e design  como escultura social e Valorização de identidades locais. Cada investigador irá dinamizar uma ação com um grupo de pessoas interessadas em colaborar na criação de uma manta participativa como ação ativista,  criando uma narrativa pessoal que exprima as suas ideias e opiniões sobre a ação humana  no planeta Terra num tecido quadrado.  Os investigadores irão  documentar o processo colaborativo,  tendo em conta a sua análise a partir da hipótese  de que  as artes têxteis são meios de comunicação e expressão  ativista  com efeitos positivos no bem-estar das pessoas e na educação ambiental. 

Do ponto de vista educativo esta ação explora  o contributo do  fazer artístico de técnicas do artesanato têxtil, como fator de aprendizagem e de empoderamento,  tendo em conta os objetivos da justiça climática. 

Palavras chave: Educação ambiental; justiça climática;  artivismo; ativismo; participação cidadã; arte e design participativos; artes têxteis; artesanato; transformação social. 

 

Hex River Valley | Valencia | Santiago de Compostela | Walvis Bay | Sao Paulo  Mexico | Lapland | Cairo | Brasilia | Port Pirie | Portugal |  Richland, WA  | SpringfieldMunique|

 


 

“Estamos a convidar-te, porque sabemos que te preocupas com o planeta TERRA , que cuidas do ambiente e das pessoas e porque és um agente de transformação . 

 

Corta, cose, tece, borda,… cria uma mensagem ativista sobre a justiça climática a partir de arte têxtil  em quadrados de 10x10 cm. 

Convida os teus amigos e familiares para se juntarem ao teu patchwork.

Se és professora ou educadora  convida os teus alunos e alunas.

Os trabalhos irão viajar para  fazerem parte de exposições  em vários países.

Para participar contacta-nos em apecvisual@gmail.com, assim poderemos enviar-te mais informações.”


 

Disseminação: 

Exposições: Viseu em março de 2022, Port Pirie em maio de 2022; Faial em julho de 2022 ( Portugal) ; Springfield em  setembro 2022

 

 

Podes descarregar os vários elementos do Kit Cartográfico Têxtil concebido pelo grupo C3: 

Libreta Pespuntes Básicos
Manifiesto C3 Textil
Voces de artistas
Microtalleres

 

Artigos, apresentações e workshops: 

https://erdcharta.de/fileadmin/Materialien/Zeitschriften/initiativ/initiativ_162_August_2021.pdf

Samia ElSheik at the 7th Conference Contemporary issues, Trends and Advanced Research on Art and Architecture, 18-22 November 2021, Sharm el Sheikh, Dahab

 Célia Ferreira  at the  8th international conference on planning, strategy and sustainability and recent studies on architecture and Art (ICPSAA 2022). Luxor, Egypt Future Foundation For Heritage and Innovation, and Zagazig University, Egypt, 21. 25 March 2022

 

Se quer colaborar neste Projeto. Contacte-nos!