Modalidade: E-learning:  a oficina  será realizada em sessões síncronas online (Google  Meet) durante sábados de manhã   e com  trabalho autónomo durante a semana (Google Classroom e PADLET)
Horas presenciais : 18| Nº de horas acreditadas: 36 | Horas de trabalho autónomo: 18
Destinatários:  Professores dos grupos 240, 530, 600 e 999 ( Formação específica) Registo de acreditação CCPFC/ACC-110930/21

Preços: 125 €  não sócios e  100 € para sócios da APECV

Datas: NOVA TURMA - 18 e 19 junho e 2 e 3 de julho de 2022.(Formação concluída).

 Datas: 30 de abril; 2 de maio (pós-laboral); 7 e 8 de maio de 2022.(Formação Concluída)

INSCRIÇÃO AQUI


Objetivos a atingir
Sensibilizar para a relação com o ambiente e responsabilidade ecológica.
Valorizar projetos educativos que desenvolvam o pensamento crítico e capacidades criativas.
Conhecer os procedimentos técnicos e adquirir experiência prática de processos de impressão com materiais orgânicos.
Promover a descoberta pela arte e pela ciência e a reflexão crítica sobre o impacto da ação humana nos ecossistemas.
Fomentar o desenvolvimento nas escolas de projetos interdisciplinares entre arte e ciência.

 

Nesta oficina  online  os participantes  irão explorar possibilidades de imprimir  objetos orgânicos por pressão ou sensibilização fotográfica em  vários suportes  de um modo simples e não tóxico que possa ser replicado com os alunos.  Uma maneira de ligar as artes às ciências  e pensar projetos  com potencialidades para a sustentabilidade. 

Plataforma colaborativa da Oficina: https://classroom.google.com/u/0/c/Mjc4MzMxOTQ4ODQy

Experimentações: 

Antotipia

A Antotipia é um processo alternativo de impressão fotográfica, sendo praticada desde o século XIX. É um processo fotossensível que utiliza pigmentos vegetais, tendo como resultado um impressão monocromática, de baixo contraste. As imagens produzidas tem um curto período de existência e desbotarão ao passar do tempo. A técnica utiliza-se da impermanência dos pigmentos vegetais para realizar as impressões fotográficas. Devido à fotossensibilidade dos pigmentos, a incidência dos raios solares causam  clareamento, possibilitando a impressão de imagens sobre o papel sensibilizado com a tintura vegetal.

Video sobre a preparação das emulsões

outro vídeo (emulsão com  suco de bagas de sabugueiro)

outro vídeo explicativo

 

Impressão com Plantas

O Ecoprint é uma técnica de estamparia com vegetais e catalisadores ou mordentes básicos como oxido de ferro ; vinagre, bicabornato de sódio e ou alúmen.

Gyotaku

Gyotaku é um processo de impressão direta a partir de peixes inventado no Japão 

ver aqui video explicativo

Ver video pratico

ver aqui video pratico

ver aqui videos praticos  para crianças 

 

Suminagashi (e Papel Mármore)

Ver aqui uma atividade da FCG para suminagashi com crianças.

Ver mais

 

VER AQUI as Experimentações do 1º Grupo 

VER AQUi as Experimentações d0 2º Grupo

Ver Aqui as Experimentações do 3º Grupo

 

 

Materiais

Papeis (papel de arroz; e papel de algodão), pincéis, tinas com água, panos de limpeza. 

Pigmentos naturais ou sucos de plantas esmagadas; tinta de impressão, tinta da China, óleo  de linhaça, etc... 

Não esquecer os cuidados a ter com pigmentos, aglutinantes e produtos de limpeza: trabalhar sempre em locais arejados; usar luvas, máscara  e bata de trabalho.  Reciclar ou re-utiizar  os ingredientes excedentes. Sempre que possível re-utilizar embalagens velhas  e ingredientes. 

Avaliação 

 

 

11. Referências bibliográficas 

Fabbri, M. Anthotypes: Explore the darkroom in your garden. Alternative Photography. 

Flynt, India (2008). Eco Colour Botanical Dyes for Beautiful Textiles, Colorado, USA: Interweaves Press
De Garcia (2007). De La Garance au Pastel; L´«herbier des plantes tinctorales. Edisud
Frabbri, Malin ( 2012 ) Anthotypes – Explore the darkroom in your garden and make photographs using plants
COELHO, André Leite. Antotipia: Processo de Impressão de Imagens. São Paulo: UNESP. 2013. LUZ, Rosa. Manual deAntotipia. Brasília: UnB.